quarta-feira, 20 de abril de 2011

-Lembranças...

“Nenhum filme é melhor do que a própria vida. Infelizmente, as cenas não podem ser filmadas para que eu possa revê-las, decorar falas e copiar as melhores frases, mas o melhor DVD já inventado é a nossa memória, uma vez que podemos visitá-la sem precisar de nenhuma aparelhagem.
Sempre achei que os melhores filmes são aqueles que terminam e deixam no ar os futuros acontecimentos, para que possamos inventar por nós mesmos uma continuação. Minha vida é assim. Não sei como serão meus próximos capítulos, mas posso imaginá-los e tentar vivê-los o mais fielmente possível ao roteiro que eu mesma vou criar.” (Paula Pimenta)

"Tem lugares que me lembram
Minha vida, por onde andei
As histórias, os caminhos
O destino que eu mudei...

Cenas do meu filme
Em branco e preto
Que o vento levou
E o tempo traz..." (Rita Lee)



Lembranças são provas abstratas de que determinado fato foi real, vivido, sentido, visto, experimentado...  Lembrar da infância, dos brinquedos, da escola, daquela inocência de criança... Sentir aquele cheiro que te faz lembrar das tardes com as primas na casa da avó, quando você ainda não pensava em namorar e suas preocupações não eram com a profissão que vai seguir ou a roupa que vai usar no sábado... Ouvir aquela música que tocou na viagem inesquecível com as amigas, aquela que te faz lembrar alguém especial, ou alguém que passou pela sua vida e deixou marcas, alguém que está longe, alguém que já encerrou sua missão nessa vida e traz saudade... Histórias que você ouve, que vc conta, que aconteceram com você ou com outros, mas que representam  capítulos de algo que existiu.
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento representa esses capítulos. E você nunca esquece o que sentiu na ocasião: positiva ou negativamente.
Certas coisas ficam gravadas na memória para sempre: O primeiro dia de aula, o primeiro amor, o primeiro beijo, o primeiro namorado, a primeira vez, a primeira carta de amor escrita ou recebida, a primeira vez que você viu o rosto do seu filho e procurou semelhanças suas... A primeira vez que você viu o mar. A primeira decepção, o primeiro porre.
Sentimentos que você nunca havia experimentado, gostos que não havia provado, emoções que não havia sentido...


Ah, como é bom conjugar o verbo Lembrar na prática! Talvez não lhe damos a devida importância: Além de nos sentirmos felizes novamente ao lembrar das coisas boas, nos fazem aprender com os erros (para tentar não mais repetí-los) ao lembrar das ruins. Cheiros, gostos, sons, sentimentos: TUDO É MEMÓRIA!
Que possamos Viver cada segundo com intensidade e sabedoria, certos de que daqui alguns anos estaremos revivendo tudo isso...




Cada um de nós é responsável por escrever sua própria história. O que você está ecrevendo?

4 comentários:

  1. Mas que responsabilidade, escrever nossa história, mas uma responsabilidade gostosa que cabe apenas a nós...
    Estou escrevendo a minha dá melhor forma...rs
    Beijos, seu texto ficou ótimo.
    Não deixa de seguir o meu Blog também?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. TUDO É MEMÓRIA!
    Que possamos Viver cada segundo com intensidade e sabedoria, certos de que daqui alguns anos estaremos revivendo tudo isso...

    Minhas palavras se calam diante destas majestosas afirmações.
    Belo! Belo!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Passando para deixar um grande Dia das Mães...
    Que o Domingo nasça em FLOR...
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Ola querida !
    amei seu blog muito fofo *-*
    vc esta de parabéns
    este é o meu
    http://sao-coisas-de-garotas.blogspot.com/
    Bjoos da sua nova seguidora .

    ResponderExcluir